Black Friday: oportunidade para pequenos negócios e microempresas

Uma das datas de maior consumo e vendas nos Estados Unidos, a Black Friday dá início ao período de compras de Natal e ano novo. Em algumas regiões dos EUA, o dia é considerado feriado para que mais pessoas possam aproveitar as ofertas. No Brasil, as primeiras ações foram realizadas em 2010, mas apenas no comércio eletrônico. Nos últimos anos, os pequenos negócios e microempresas de diferentes segmentos têm aproveitado a data para atrair mais consumidores.  

Diferente dos EUA, onde muitas lojas concentram as ofertas em um único dia, grandes marcas brasileiras têm oferecido descontos especiais durante todo o mês de novembro. O cuidado que se deve tomar é de não enganar o consumidor: no dia da Black Friday, espera-se que as ofertas sejam verdadeiras, e com descontos acima do habitual dado por pagamentos “à vista ou no débito”.

black friday

Qual a melhor forma de divulgar a Black Friday?

Para que os pequenos negócios e microempresas possam atrair clientes e vender mais, é necessário investir em diferentes formas de divulgar previamente as ofertas. Vale destacar que boa parte dos concorrentes, senão todos, devem participar da Black Friday. Por isso, mais do que distribuir panfletos pela rua (que muitas vezes vão parar na lixeira), as lojas físicas podem investir na divulgação online (ainda que o estabelecimento não tenha uma loja virtual).

O uso das redes sociais é uma oportunidade para alcançar novos públicos e reter clientes para a marca. É fundamental investir na produção de conteúdo, sejam textos, fotos ou vídeos dos serviços e produtos. Durante a Black Friday, ou em períodos com maior número de vendas, estes canais podem interferir diretamente no comportamento do consumidor – que busca cada vez mais informações na internet, antes de comprar algo em loja física.

No curso online de Marketing Digital oferecido gratuitamente pelo Sebrae, os gestores e empreendedores de diferentes segmentos podem compreender melhor a importância de produzir materiais e estratégias de marketing para as empresas.

Além das redes sociais e páginas na internet, outra possibilidade é captar clientes por telefone: que tal divulgar algumas ofertas da Black Friday por mensagens ou ligações pessoais aos clientes mais antigos da empresa? No curso online Engajando oportunidades de vendas pelo telefone, os participantes aprendem a melhorar a abordagem durante ligações de vendas e técnicas para aumentar o engajamento dos consumidores.

Seleção de produtos e cálculo de ofertas

Se a empresa está com baixo número de produtos em estoque, é bom repensar o nível de divulgação para a Black Friday. Embora a data seja uma ótima oportunidade para colocar na promoção produtos que estão parados, não é bom criar falsas expectativas no cliente. Neste caso, na divulgação das promoções que há poucas unidades da mercadoria – o que pode aumentar ainda mais a busca pelos itens.

Para que a empresa não tenha prejuízos com o aumento do número de vendas dos produtos com preços mais baratos, é importante uma pré-seleção das mercadorias e negociar parcerias com os fornecedores. Também recomenda-se que os descontos sejam avaliados de acordo com os custos e margens de lucro. No artigo Quais fatores influenciam na formação de preço dos produtos? indicamos alguns fatores a serem considerados no momento de criar ofertas.

Não adianta limpar o estoque e colocar toda a loja com descontos arrasadores e depois descobrir que o faturamento não cobriu os gastos mínimos da venda!

Recomendamos que os estabelecimentos coloquem em promoção as mercadorias com menor saída, para abrir espaço no estoque e obter recursos para novos investimentos. O ideal é definir tipos diferentes de desconto para cada categoria – e não, um desconto geral de 50%, por exemplo. Isso reduz as chances do empreendimento ter prejuízos nas vendas promocionais da Black Friday.

Ambiente da loja e tratamento dos clientes

Um cuidado que as lojas físicas devem ter é com a disposição dos produtos: os itens promocionais não devem ficar perdidos no meio de outras mercadorias, mas em destaque nos pontos estratégicos do estabelecimento. É essencial preparar a vitrine e a decoração da loja, tornando o espaço atraente para novos consumidores.

É importante lembrar que junto à busca por produtos e mercadorias específicas, os clientes continuam a procurar experiências associadas ao consumo. Uma forma de estimular isso é criando espaços para fotos dos clientes, por exemplo, com placas do tipo “Black Friday é aqui, #nomedaloja” ou “Vem para Black Friday na #nomedaloja”. Tal estratégia pode ampliar a presença digital da marca e ainda fidelizar clientes.

A Black Friday é uma chance para as pequenas empresas ampliarem o número de contatos e cadastros da loja; use perguntas claras no momento de efetuar o pagamento da compra, ou envie um formulário de avaliação do atendimento realizado pelos funcionários.

Embora, os consumidores aproveitem a data para buscar os maiores descontos, a falta de atenção ou descuido durante a compra, pode fazer com que o cliente não volte mais à loja. Por isso, prepare a equipe e aprimore as técnicas de vendas para lidar com um grande volume de atendimentos e manter os produtos em exposição.

Se você tem dúvidas sobre atendimento e formas de aperfeiçoar o seu negócio, acompanhe as nossas publicações no Blog e envie seus comentários.