Como aderir a cultura de inovação nas empresas

shutterstock_478732975

Empreender tem sido a saída para muitos profissionais nesse período de recessão. A criação de uma cultura de empreendedorismo, a partir de pequenas atitudes nas organizações, geram grandes resultados. Mas o maior segredo e desafio está em enxergar a inovação como oportunidade de crescimento e não uma ameaça.

Hoje em dia as empresas têm buscado investir em modelos mais enxutos de negócio, como em startups. Mas até mesmo as organizações mais sólidas, que demandam estruturas pesadas e sem muita mobilidade, podem ganhar muito com os novos modelos de negócio.

Abrace o empreendedorismo
Invista em pesquisas sobre a concorrência e o mercado. Visite novas companhias e converse com executivos que estejam passando ou que já passaram por essas transformações.

Defina o que é inovação para o seu modelo de negócio
Inovação é a união de algo novo e útil. Apenas novo é criatividade. Para ser útil à sua empresa é necessário definir as metas da organização e decidir as áreas que precisam inovar. Quais modificações são necessárias? Já existe algo semelhante no mercado? Estabeleça bem os processos.

Utilize as falhas
No momento de qualquer criação os erros são constantes e comuns. Realizar testes e mais testes e enxergar nas falhas os pontos que devem ser melhorados, é o primeiro passo para efetivar uma inovação.

Invista em cursos
Invista em educação na organização, retenha talentos e melhore significativamente os resultados. Existem uma infinidade de cursos sobre inovação e empreendedorismo que resultam em muitas ideias para cada negócio. Aposte no conhecimento.

Tenha foco total
Pense em todas as etapas para desenvolver avanços inovadores na organização, desde a micro atividade até a macro. Se a empresa pretende ser reconhecida como inovadora, é preciso analisar pequenos erros e os abolir, como acontece com pequenos bloqueios de sites feitos pelo departamento de TI. Essa falha pode gerar grande impacto para a imagem.

Evite algumas atitudes comuns

  • Falta de esperança: acredite no seu negócio e no que você faz pelo mundo. Objetive suas metas e trabalhe esperançosamente para atingir cada uma.
  • Perda de controle: gaste energia apenas com o que você tem domínio, principalmente sobre as responsabilidades e comportamentos.
  • Falta de paixão/vontade: ame o que você faz. Encontre motivações nas pequenas coisas. Trace objetivos, se esforce e alcance-os para sentir que o esforço vale a pena.

Para estar sempre atento com as novas oportunidade, tendências e estudos do mercado, cadastre-se aqui no portal do SIS/SEBRAE e receba relatórios e boletins de inteligência gratuitamente.

Deixe seu comentário