Como fazer o melhor negócio com os fornecedores

shutterstock_555719050

Para comprar bem é necessário levar em consideração diversos fatores. O planejamento é a fase principal para obter o êxito.

Já ouviu falar que fazer compras de alimentos com fome não é uma boa ideia? Na compra em varejo junto dos fornecedores a história se repete. Pois a influência durante a negociação se sobrepõe à necessidade real e consciente.

O planejamento é responsável por prever o que realmente é necessário para o estoque e por isso, ter conhecimento claro sobre o comportamento e fluxo de compra dos clientes é fundamental. O segredo para isso é desenhar um plano que prepare e preveja um estoque enxuto, porém eficaz, buscando as melhores negociações.

Defina o escopo:

  • Quais produtos compõem os itens básicos;
  • Quais novidades atrairão clientes;
  • Quais limites do investimento para a compra;
  • Qual o preço máximo que se pode pagar pelas peças desejadas, levando em conta sua qualidade e procedência.

O próximo passo, após concluir a lista de necessidades, é encontrar os fornecedores que atendam às demandas individuais da sua empresa.

Considere o histórico, a competência da empresa, preços de frete e de produto, tempo no mercado e vantagens adicionais que podem oferecer, como brindes, descontos, parcelamentos e outros.

Normalmente o quesito preço é o diferencial mais buscado pelas empresas, porém é necessário entender o que o cliente procura, podendo ser preço, condição, promoção, entrega ou prazo.

Seja estratégico:

  • Utilize plataformas eletrônicas de compra de produtos ou serviços. Dessa forma a etapa de pesquisas, união de diferentes fornecedores, mão de obra, gráficas, agências de comunicação e outros serviços são centralizados, agilizando o processo.
  • Estreite o relacionamento com alguns parceiros, dinamizando as possibilidades futuras e melhorando a confiança. Mas esteja sempre atento ao mercado.

Veja como os estudos do SIS Sebrae podem ajudar o seu negócio. Cadastre-se aqui e baixe nossos relatórios e boletins de tendência.

Fonte: Exame.com

Deixe seu comentário