Qual a diferença entre empreendedor e empresário?

Empreendedor e empresário não são sinônimos. Muitos confundem e poucos veem as diferenças. Mas empreendedor e empresário têm papéis distintos e exigem competências diferentes. Ou seja, nem todo empreendedor é empresário, assim como nem todo empresário é um empreendedor. A confusão ocorre porque muitos desconhecem as características de um empreendedor e as de um empresário. Para muitos, empreendedor e empresário é quem abre um negócio. Abriu um negócio, pensam que é tudo a mesma coisa – o que definitivamente não é.

Existem empreendedores que falham justamente por não serem empresários. Têm a ideia, abrem o negócio, mas faltam as competências necessárias para consolidar aquilo que criou. Agregar conhecimento sobre gestão pode ajudar a dar conta de levar o negócio adiante. O empresário, por sua vez, se falta capacidade de criar e inovar ainda pode procurar desenvolver características empreendedoras.

empreendedor e empresário

Diferenças entre empreendedor e empresário

Compreender quem é o empreendedor passa por entender o que é empreendedorismo. “É a capacidade de identificar problemas e oportunidades, desenvolver soluções e investir recursos na criação de algo positivo para a sociedade”. O empreendedor é a pessoa que sabe colocar tudo isso em prática. Pode ser abrindo um negócio ou concebendo um projeto. Exemplos de empreendedores de sucesso não faltam. Sua postura é focada na paixão por ter ideias, inovar e gerar riquezas e mudanças no cotidiano das pessoas.

O empreendedor costuma ser identificado pelas seguintes características:

– Tem iniciativa;

– É persistente;

– Planeja suas ações;

– Tem autoconfiança;

– É líder;

– Age com coragem;

– Preza pela eficiência;

No caso do empresário, ele pode até possuir algumas das características do empreendedor. Mas suas competências estarão sempre voltadas para a perpetuação do negócio ou da empresa. Empresários abrem suas empresas, mas muitos compram ou herdam negócios prontos. E assim, optam por administrá-los sem grandes inovações, seguindo a risca a forma como era gerenciado.

Ao contrário do empreendedor, o empresário não é um realizador de novas ideias somando criatividade e imaginação. Ele dificilmente corre os riscos de um empreendedor. Importa ter uma visão mais concreta do que é ter e gerenciar um negócio. O empresário quer manter rotina financeira, gerenciar equipe ou aumentar vendas. Ou seja, empreendedor é paixão, empresário é profissão.

Sociedade para somar competências

As diferenças entre empreendedor e empresário podem atrapalhar um negócio. Um empreendedor pode ter dificuldades na gestão do dia-a-dia. E o empresário pode enfrentar problemas para inovar. O ideal é ser um empreendedor empresário ou vice-versa. Mas essas mesmas diferenças servem de motivação para a formação de sociedades.

Empreendedor e empresário unem forças e somam competências para garantir uma gestão eficiente e manter o espírito inovador do negócio. O empreendedor passa a contar com o suporte de um sócio com visão empresarial. Isso ajuda a consolidar o negócio do ponto de vista gerencial. Já o empresário, ao buscar um sócio com visão empreendedora, agrega maior potencial de crescimento ao negócio. Inovação passa a ser parte do dia-a-dia. Com novas ideias surgem diferenciais onde antes havia apenas um processo quase burocrático de manutenção do negócio.

Para formar uma sociedade, empreendedor e empresário precisam ser criteriosos. É importante analisar as características do candidato a sócio, suas competências e como aplicar isso na prática. Mas também tem que conferir afinidades e quais são os objetivos comuns. É como sempre se diz, sociedade é casamento. E tudo deve estar claro desde o começo para não haver desavenças e funcionar em prol do sucesso do negócio.

Já é empresário e quer desenvolver características de empreendedor? Confira as oportunidades do Empretec.

super_ebook_MEI