Ideias de negócio: seis tendências para observar e investir

Não faltam boas histórias de empreendedores contando como nascem as ideias de negócio. A do Post-It é uma das mais clássicas. Arthur Fry, ex-cientista da 3M, criou os blocos de papel a partir de um adesivo de baixa aderência criado pela empresa. Era um produto sem mercado que ganhou nova utilidade a partir da ideia de Fry. A inspiração veio do problema dele em marcar as músicas do coral em que cantava.

Mas nem sempre, como nesse caso, as ideias de negócio surgem por acaso. Muitas vezes são fruto da forma como o empreendedor observa as tendências de mercado e extrai novas oportunidades. As histórias de empreendedores de sucesso são exemplo disso. Para ajudá-lo no processo de busca de novas ideias, listamos 6 tendências que você pode observar e analisar a possibilidade de transformá-las em negócios.

ideias de negócio

Ideias de negócio para todos os gostos

É natural que você opte por um ideia com a qual tenha afinidade por causa de sua formação, experiência, interesse ou gosto pessoal. Mas não descarte investir em algo que você não tenha tanto contato. Isso não irá impedi-lo de trabalhar em cima da ideia, tornar-se um expert no assunto e conquistar clientes e o mercado.

Por isso, a dica é você conferir a nossa lista de tendências, pesquisar e avaliar o potencial comercial de cada uma delas. Aprofunde os estudos sobre as suas preferidas (de maior potencial na sua avaliação) e mãos à obra para transformar a ideia em negócio.

1 – Sustentabilidade ambiental

Produtos e serviços ecologicamente corretos ganham cada vez mais mercado na medida em que ações de sustentabilidade passam a fazer parte do dia a dia das famílias. As crianças são um público-alvo nesse caso. Mas você também pode mirar em empresas que investem em ações sociais internas e externas. Nos dois casos, as ideias de negócio podem ter um caráter educativo. Você pode montar palestras, dinâmicas, roteiros e até gincanas para oferecer para escolas e empresas. Outro nicho é o desenvolvimento de produtos criados a partir de reciclagem. Agendas com papéis especiais ou acessórios como brincos e colares têm chamado a atenção de quem consome de forma consciente.

2 – Vintage

A cultura vintage não quer dizer somente a volta do que foi moda no passado. Na verdade, é uma valorização de diferentes aspectos culturais. Não é apenas algo como “a volta do vinil”. É mais que isso e envolve também a valorização de espaços dentro da cidade, como centros históricos. Observe a sua cidade para mapear ideias de negócio. Em algumas, como Florianópolis, de carona com a valorização do Centro antigo, negócios focados em antiguidades conquistam clientes a partir da maior visibilidade. Há casos de antiquários que foram além e se tornaram pontos de encontro. Seus donos souberam aproveitar a revalorização do espaço público e ampliaram o negócio, passando a ser também café e bar.

3 – Bem-estar e qualidade de vida

Da mesma forma que a cultura vintage, a cultura do bem-estar e da qualidade de vida estão em voga. Já está assimilada. Basta ver, por exemplo, o sucesso de programas de TV que tratam do assunto e também a quantidade de pessoas que praticam atividades físicas. Este segmento é repleto de oportunidades, de maior e menor investimento. Se você é um profissional de educação física, por exemplo, pode montar um grupo e dar aulas de ginástica em parques, por exemplo. Além dos recursos necessários, neste caso, por envolver questão de saúde, muitas das ideias de negócio precisam de atenção quanto a aspectos legais. Por exemplo, uma academia de ginástica não pode ser aberta sem um profissional de educação física como responsável.

4 – Fast-fashion

Ingressar no varejo é sempre um desafio por conta das muitas variáveis que envolvem um comércio. Mas sempre surgem novidades que aquecem as vendas, se tornam boas ideias de negócio e atraem empreendedores. Vide as lojas de R$ 1,99. Das tendências mais frequentes do varejo estão os negócios relacionados ao ramo de vestuário. E tem um nome: fast-fashion. A ideia das lojas deste tipo (moda rápida) é oferecer produtos com preços mais baixos, mas sempre antenadas e atualizadas com o que está na moda. O alvo é o público com menor poder aquisitivo e a motivação do negócio é que há uma valorização maior do efeito da peça do que da qualidade do tecido, por exemplo.

5 – Customização e Personalização

Esta tendência pode envolver serviços de gráfica rápida, por exemplo. Aquelas camisetas com fotos dos filhos para dar de presente para pai e mãe não estão mais sozinhas. Muitos outros produtos são oferecidos dentro da ideia de personalização. Até garrafas de cerveja, por exemplo, estão em alta neste setor. Mas também há outras ideias de negócio com potencial seguindo esta tendência. Observe o caso do setor de móveis antigos e de demolição. Há muitas janelas e venezianas que são transformadas em mesas. Ou aquele móvel da vovó que ganha nova vida após uma restauração. Há estabelecimentos comerciais que buscam peças assim para sua decoração. Vai da sua capacidade como empreendedor de identificar profissionais e ferramentas para ingressar nesse segmento.

6 – Experiências

Não é de hoje que proporcionar experiências inesquecíveis ao cliente está entre as ideias de negócio de muitos empreendedores. O rafting em cachoeiras é um exemplo que ainda atrai público. Mas esta tendência ganha novas oportunidades a cada dia. Vejam o caso dos estabelecimentos de AirSoft, um jogo onde os jogadores participam de simulações de operações policiais e militares com armas de pressão com projéteis de plástico. São mania entre adolescentes e adultos e estão ganhando espaço em shoppings. Outro exemplo é o uso da realidade virtual para proporcionar aventuras. Também nos shoppings já é possível ver serviços deste tipo. Um carrinho de montanha-russa é instalado, o cliente entra nele, coloca o visor de realidade virtual e parte para sua experiência.

Quer conferir outras sugestões de ideias de negócio? Acesse o site do Sebrae que reúne mais de 450 ideias para você conhecer e avaliar.

segmentação_de_mercado

Imagem
Projetado pelo Freepik

Deixe seu comentário