Influenciadores digitais são estratégia certa para o mercado de moda

shutterstock_427841167

Nos últimos anos, os influenciadores digitais (digital influencers) se tornaram uma estratégia para muitas marcas. Esses influenciadores são produtores de conteúdo, conhecidos no nicho em que atual, e se encontram nas principais redes sociais como Instagram, Youtube, Snapchat, Twitter e Facebook. O objetivo principal de inserir esse profissional na divulgação de uma marca é aproximar o consumidor do produto, pois o influenciador digital é uma pessoa comum que está provando e aprovando um determinado produto.

No mercado de moda, o poder de persuasão que eles possuem para divulgar um produto é imenso. Diante desse potencial, mostramos como os pequenos negócios do setor podem utilizar essa estratégia de marketing para ganhar visibilidade e atrair mais clientes.

Por que investir em digital influencers?

  • Cerca de 5 a 10% dos usuários das redes sociais são responsáveis com 60 a 80% da influência.
  • A internet é a segunda maior mídia utilizada. A projeção indica que até 2019 ultrapassará a primeira colocada, a televisão.
  • 74% dos consumidores afirmam que dependem das redes sociais para decidir sobre uma compra e 54% procura recomendações confiáveis.

Apesar de contar com um influenciador para a sua marca de moda ser uma estratégia praticamente certa, é necessário definir o perfil que represente melhor o seu produto.

Entenda que é necessário ter clareza nos objetivos da campanha que será realizada e qual o público que se deseja atingir.

De acordo com a plataforma Traackr, ferramenta que mapeia os perfis de usuários mais influentes no mundo, existem ao menos 10 tipos de profissionais que utilizam sua influência a favor de uma determinada marca:

  1. A celebridade.
  2. A autoridade.
  3. O conector (perfis que possuem contato com os influenciadores).
  4. Aquele cujo nome é uma espécie de marca.
  5. O analista.
  6. O ativista.
  7. O expert ou legitimador (é tipo um especialista. São os primeiros a serem lembrados quando os usuários buscam uma referência dentro de um tema).
  8. O insider (pessoa que tem acesso a informações privilegiadas).
  9. O disruptivo (aquele que está antenado às inovações de mercado).
  10. O jornalista

Para saber mais sobre qual influenciador é o ideal para a sua marca, quais plataformas utilizar e cases de sucesso, baixe grátis o Boletim de Tendências do SIS.

Deixe seu comentário