Qual a importância da logística empresarial nas pequenas empresas?

A logística empresarial é um dos fundamentos de uma empresa. É através dela que o empreendedor irá definir os métodos de operação para construir um produto ou serviço que seja atrativo e comercialmente viável. O conceito vai além da gestão de compras e estoque, como alguns pensam, e há diversos fatores e consequências envolvidas neste processo, principalmente assuntos relacionados à gestão e administração da empresa.

logística empresarial

Ao permitir que o empreendedor otimize os processos internos de produção e o gerenciamento processual do negócio, a logística empresarial acaba criando uma vantagem com relação a concorrência. Muitas empresas começam a crescer e esquecem de criar planos para suprir a demanda. Por isso, é importante aproveitar essa estratégia para estruturar o negócio e melhorar seu produto ou serviço, reduzindo custos e atraindo clientes.

A logística empresarial atua com três pilares básicos para o processo de gerenciamento da empresa:

  • planejamento: nesta etapa serão mapeados os problemas mais recorrentes. Isso pode ser feito através do feedback dos funcionários e clientes.
  • definição de estratégias: a hora de criar um planejamento para sanar os principais problemas e colocá-los em prática.   
  • melhoria de processos: depois, é hora de analisar os resultados a partir da efetivação das ações tomadas.

Lembre-se: o processo é contínuo e não tem fim em si mesmo. Depois da análise dos resultados, inicie novamente o planejamento, revendo as estratégias que foram assertivas e as que não deram resultado.

A revisão dos procedimentos internos, do produto ou serviço que você oferece e do seu público-alvo pode ser um ponto bastante positivo para você repensar seu modelo de negócio e criar estratégias que sejam mais eficientes para impulsionar seu negócio. Quando surgem problemas na empresa, o empreendedor, muitas vezes, pensa em soluções engessadas, enquanto existe um oceano azul a ser explorado — ou seja, nichos de mercado diferentes, que ainda não estão sendo contemplados com os atuais modelos daquele mesmo produto ou serviço.

Exemplos e dicas para aplicar a logística empresarial

São várias as formas de otimizar os processos da sua empresa através da logística empresarial. Exatamente por compreender diversos aspectos da produção e estruturação do negócio, é possível implementá-la em quase todos os setores da organização.

Em uma imobiliária, por exemplo, é possível pensar na utilização de um software de gestão de relacionamento com o cliente para poupar tempo dos corretores. Com isso, o trabalho do corretor poderá ser mais simples e eficiente, utilizando o tempo economizado para atender outras demandas ou mesmo para oferecer um melhor atendimento aos compradores.

Em um bar ou restaurante você pode avaliar os horários de pico para remanejar a equipe de produção e atendimento. Neste caso, é possível que você esteja pagando funcionários que ficam ociosos em horários que não há movimentação. Pode analisar, também, os itens do cardápio que têm mais saída para fazer promoções ou combos que sejam mais atrativos para os clientes. Um bom começo para colocar em prática a logística é deixar de lado comanda de papel e partir para a eletrônica.

Além desses exemplos mais pontuais, confira duas atitudes que você pode colocar em prática hoje mesmo para aplicar a logística empresarial nos pequenos negócios:

Antecipe os possíveis problemas

Você conhece a Lei de Murphy? Ela diz, basicamente, que se existe qualquer chance de algo dar errado é porque vai dar. Apesar de parecer um pouco catastrófica ou pessimista, a máxima — que virou referência de ditado popular — tem um fundamento científico comprovado.

Em uma empresa, não prever o pior cenário às vezes pode ser um erro crucial para a sustentação do negócio. Antecipar e criar possibilidades diferentes para situações desfavoráveis é necessário para preservar seu empreendimento de imprevistos que podem prejudicar o rendimento. Tenha sempre um plano de ação alternativo, seja na produção do produto, no atendimento ao cliente ou mesmo em casos de crises.

Estimule a comunicação interna

Além de criar novas estratégias de atuação da empresa frente ao mercado e aos consumidores, é preciso que toda a equipe esteja ciente do posicionamento da organização e dos procedimentos internos. Com a chegada dos Millennials no mercado de trabalho, as exigências vão além da boa remuneração no final do mês. A nova geração de colaboradores valoriza mais o propósito da empresa que trabalha do que o lucro por si só.

A adoção do endomarketing e da comunicação interna na cultura da empresa permite criar um ambiente de trabalho mais participativo, incentivando os funcionários a dar soluções para os problemas mais recorrentes.

Lembre-se: muitas vezes, o colaborador é a pessoa que melhor sabe sobre determinado problema, e saber ouvir e analisar suas demandas pode encorajá-los a propor soluções que impactam positivamente a logística empresarial. Os pequenos negócios tem a vantagem de ter um número de funcionários menor, facilitando a troca de informações e a comunicação interna da equipe. Use isso a seu favor.

O Portal de Atendimento do Sebrae oferece uma variedade de cursos online e presenciais para quem deseja aperfeiçoar seus conhecimentos sobre o mercado. Existem também as consultorias, onde o atendimento pode ser realizado de forma individual, integrada ou gratuitamente pela internet. Continue acompanhando nosso blog para saber mais sobre empreendedorismo, desenvolvimento econômico e outros assuntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *