O que é metodologia ágil e como ela beneficia nos processos de sua empresa de tecnologia?

Diante de um mundo corporativo cada vez mais dinâmico, marcado pelo avanço constante da tecnologia e da competitividade, as empresas se viram obrigadas a acompanhar um ritmo de desenvolvimento, que há 20 anos, pelo menos, não era comum. Essa “corrida” foi caracterizada pelo surgimento de serviços e produtos de softwares, que foram responsáveis por uma mudança dos formatos tradicionais de gestão. A partir daí, surgiu o conceito de metodologia ágil.

metodologia ágil

Mas afinal, o que são, de fato, os métodos ágeis? Quais são os seus benefícios para uma empresa e como eles podem ser aplicados? Se você procura saber sobre os modelos de gestão dessa nova era em que vivemos, preste atenção nesse post e anote as dicas que separamos. Vamos começar?

Qual o significado da metodologia ágil?

Os métodos ágeis surgiram do conceito, em inglês, Agile Software Development. Como o próprio nome sugere, essa metodologia teve sua origem ligada ao desenvolvimento de softwares, ganhando destaque, primeiramente, em empresas de tecnologia por incentivar a criatividade, facilitar a inovação e desburocratizar os processos que pudessem desmotivar os desenvolvedores em seus trabalhos.

No entanto, a metodologia ágil se estendeu, com o passar dos anos, para outros segmentos e conquistou empresas dos mais diversos setores do mercado, se tornando uma nova estratégia de gestão e cultura organizacional.

Na prática, os métodos ágeis permitiram mais rapidez e eficiência no que tange o desenvolvimento de softwares. Imagine, por exemplo, comparar o tempo e trabalho depositado na construção de um aplicativo, hoje e há 20 anos. Sem dúvidas, nos tornamos mais eficientes a cada ano, aperfeiçoando os processos para torná-los mais práticos e rápidos, especialmente pelo fato de termos mais conhecimento e ferramentas à disposição.

Porém, não se trata apenas de uma evolução natural de mercado. A metodologia ágil, basicamente, utiliza padrões, estratégias e estudos, com o intuito de acelerar e concluir, de forma funcional e coesa, qualquer projeto, seja ele de tecnologia ou não.

Conheça o Manifesto Ágil

Em 2001, quando especialistas de TI se reuniram em um evento em Utah, nos Estados Unidos, nascia o que chamamos hoje de metodologia ágil. Esse conceito foi baseado a partir de um manifesto criado com uma filosofia de como devem ser os modelos de desenvolvimento de projetos. Ao todo, o chamado Manifesto Ágil conta com 4 valores básicos. São eles:

1. Focar mais nos indivíduos e nas interações do que em processos e ferramentas

Basicamente, esse valor se refere a importância do recurso humano e da integração de suas equipes como parte crucial para o desenvolvimento de um projeto. Ou seja, valorizar os indivíduos traz mais resultados do que investir, simplesmente, em processos e ferramentas.

2. Focar mais no funcionamento do software do que na documentação

A documentação facilita a comunicação, a transferência de conhecimento e ajuda a preservar o histórico do projeto. No entanto, dentro do processo de desenvolvimento, ela não é a mais importante. Afinal, um software em funcionamento é o único indicador do que a equipe, de fato, construiu.

3. Permitir a colaboração do cliente no desenvolvimento

Atualmente, empreendedores e clientes devem ser vistos com um só. Os métodos ágeis defendem isso, pelo fato de que, para que um projeto traga valor e resultado para a empresa, é preciso ir muito além de contratos e negociações distantes. É fundamental que o cliente faça parte de todo o desenvolvimento, permitindo validações, sugestões e críticas.

4. Possibilitar respostas a mudanças, em vez de seguir um plano

De acordo com a metodologia ágil, todo projeto deve ter um equilíbrio entre o “planejar” e o “mudar”. É preciso aceitar as necessidades de mudanças, principalmente quando há incertezas sobre o sucesso do projeto e não, simplesmente, seguir o plano original.

Quais são as vantagens e como a metodologia ágil pode ser aplicada?

Os métodos ágeis trazem vantagens não somente aos clientes, mais também às equipes envolvidas. Separamos alguns benefícios que essa metodologia promove nos processos de desenvolvimento de um projeto. São eles:

  • mais agilidade e rapidez na entrega dos projetos;
  • produtos e serviços de mais qualidade;
  • redução de custos e cronogramas mais assertivos;
  • diminuição dos riscos no desenvolvimento;
  • possibilidade de customização dos produtos oferecidos.

Apesar das inúmeras vantagens que a metodologia ágil proporciona, não há um método único e perfeito para ser aplicado a todos os tipos de negócios. É preciso encontrar uma solução mais adequada, de acordo com o contexto da empresa. Por isso, separamos abaixo os principais métodos para você analisar e definir os melhores para o seu projeto. Confira.

Feature Driver Development (FDD)

Esse método ágil foi criado em Cingapura e tem como premissa principal o foco em funcionalidades, permitindo que as equipes do projeto realizem um planejamento incremental, ou seja, dividido em fases. Isso ajuda, principalmente, em ambientes que há muita incerteza, no qual as mudanças são inevitáveis.

A programação por FDD inicia com uma visão global do projeto e, então, passa para um detalhamento do produto, por meio de uma subdivisão de áreas a serem modeladas.

eXtreme Programming (XP)

Esse é um método ágil focado no desenvolvimento de softwares com base em três pilares: economizar recursos, desenvolver soluções e melhorar a qualidade final do produto. Para que isso seja possível, é essencial que a equipe XP se baseie em valores, ou seja, que siga um contrato de atitudes e comportamentos, fundamentais para alcançar o sucesso.

Dentre essas premissas, se destacam alguns fatores imprescindíveis a serem seguidos pela equipe como comunicação, simplicidade, feedback, coragem e respeito.

Scrum

Sem dúvida, o Scrum é o método ágil mais popular nos dias de hoje. Simplesmente pelo fato de ser flexível e poder ser integrado a outros métodos.

O foco principal dessa metodologia é a gestão do projeto com base no planejamento interativo e incremental. Tudo isso se dá por meio de reuniões conhecidas com Sprints. O Scrum reitera, desde o início, a lista de funcionalidade que devem ser desenvolvidas no projeto, prática conhecida como produto backlog.

Conforme a evolução dos processos, cada funcionalidade se transforma em um Sprint no qual cada detalhe a ser criado e desenvolvido passa do estágio de product backlog para sprint backlog.

A partir disso, cada atividade é distribuída entre os membros da equipe, sempre com cronogramas e prazos de entrega. Ao final, o time se reúne para apresentar seus trabalhos e alinhar os detalhes. E após isso, novos sprints são planejados até a entrega final do produto.

Essas foram algumas dicas sobre a metodologia ágil e como ela pode servir de base para a gestão dos projetos de sua empresa. Os métodos são como ferramentas que você deve utilizar de acordo com as necessidades e contextos de seu negócio. Busque entender o que suas equipes precisam e quais os processos menos eficientes ou defasados em sua empresa para encontre a metodologia que mais se encaixa ao seu perfil.

Ficou com alguma dúvida? Compartilhe conosco nos comentários suas perguntas e sugestões. Acesse nosso portal de Consultoria para saber mais. Em nosso Blog você encontra uma série de artigos sobre empreendedorismo, inovação e sobre o ecossistema de tecnologia de Santa Catarina.

O Portal de Atendimento oferece materiais e cursos para você aprender cada vez mais e alavancar seu negócio. Não deixe de conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *