Como fazer um plano de marketing digital para a minha microempresa?

Se você possui uma microempresa e deseja expandir seu negócio com agilidade, é necessário antes entender seu segmento de atuação. Ainda que o desejo de todo empreendedor seja alcançar o sucesso rapidamente, isso não acontece de uma hora para outra. Por isso, fazer um bom planejamento é essencial para direcionar a tomada de decisão e idealizar ações futuras. Uma medida que pode ajudar nesse processo é desenvolver um plano de marketing digital.

Plano de marketing digital para microempresa: veja dicas de como fazer um

Quando implementadas de forma eficiente, as estratégias de marketing auxiliam a organizar o modelo de negócio, a identificar o público-alvo e, o mais importante, impactam positivamente no retorno do investimento com o aumento das vendas. Vejamos alguns fatores que devem ser considerados ao criar um plano de marketing digital.

Por que fazer um plano de marketing digital?

A adoção deste recurso permite conhecer melhor o perfil do seu público-alvo, os fatores que o motivam a comprar seu produto ou usar seu serviço, associado a divulgação de conteúdos ou do produto em si na internet.

Neste processo, avaliar a concorrência também é importante, seja para melhorar as ações realizadas ou aprender com os equívocos alheios, para evitar os mesmos erros. Um plano de marketing digital tem o diferencial de ajudar a posicionar melhor seu negócio, com base em estratégias para dar visibilidade para sua marca no ambiente digital.

Por que vale a pena se voltar para o ambiente digital? Uma pesquisa realizada pela PricewaterhouseCoopers em abril de 2016, com o objetivo de avaliar as mudanças do segmento de varejo no Brasil e no mundo, aponta algumas pistas.

O estudo tem como base os depoimentos de 23 mil participantes de 25 países, incluindo o Brasil, onde foram consultadas cerca de mil pessoas. Entre os dados relevantes, destaca-se a influência das redes sociais na decisão de escolha das marcas, compra de produtos e adoção de serviços de 78% dos participantes.

Além disso, 54% dos brasileiros entrevistados disseram acessar a internet para consultar informações adicionais e opiniões de outros consumidores sobre o produto ou serviço, inclusive quando estão na loja física, no momento da compra.

Ou seja, mesmo que as estratégias para venda nos espaços físicos sejam cruciais para gerar receita, a presença no ambiente digital também deve ser feita com as táticas certas para converter seu público-alvo em clientes efetivos. Eis, então, a importância de adotar um plano de marketing digital para ter relevância na web.

Porém, para que um plano de marketing otimize a gestão da sua microempresa, é necessário realizar uma análise dos processos realizados interna e externamente, avaliando seus pontos fracos e fortes. Esse planejamento também deve apontar de qual forma você deseja atingir seu público com os produtos e serviços oferecidos.

Com esse exercício de observação, o empreendedor terá uma visão do negócio como um todo, sendo possível mapear eventuais erros e corrigi-los. Um cronograma com as ações e o período em que cada uma deve ser operacionalizada também deve ser previsto, para organizar e guiar sua tomada de decisão.

Mas, como colocar isso tudo em prática, associado a um posicionamento digital eficiente?

Dicas para fazer um plano de marketing digital para sua microempresa

Com essas dicas, você irá perceber que para desenvolver um plano de marketing digital com qualidade deve, antes, definir estratégias de marketing tradicionais, que funcionam em ambientes on e off-line.

Por isso, o ponto de partida necessário para o sucesso do negócio depende de um plano de negócios, também conhecido como business plan (veja neste link mais informações sobre como elaborar um). Por intermédio desse documento, será mais fácil identificar as metas que deseja atingir com seu empreendimento, quais investimentos são necessários para impulsionar suas ações e fazer seu negócio crescer. Se sua empresa já se encontra em atividade e adota as medidas aplicadas neste tipo de planejamento, vamos seguir ao próximo passo.

Usada para analisar o planejamento estratégico, a matriz F.O.F.A é um método utilizado para otimizar o plano de marketing. A sigla significa Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças. Se não a conhece, saiba que ela é uma derivação do método SWOT (Strenghts, Weaknesses, Opportunities e Threats), já consolidado. Esse recurso serve para fazer um diagnóstico da empresa e analisar o que deve ser corrigido e melhorado, no que diz respeito à estrutura do negócio, gestão, abordagem com o público, etc. Neste link no site do Sebrae você pode acessar o modelo para testar o método.

Outra dica valiosa que ajudará o seu plano de marketing digital é avaliar os 4Ps: Produto, Preço, Ponto de Venda e Promoção ou Mix de Marketing. Esse método serve para que você possa identificar o que é o seu produto, o preço que irá cobrar, as formas de pagamento, os canais de distribuição dessa mercadoria ou serviço e os meios para promover a venda dele. Dedique neste último ponto uma atenção especial à internet.

Nesse caso, determine estratégias de promoção do seu produto ou serviço em canais digitais como:

  • Blogs (pensar em formatos para os conteúdos que serão publicados nesse suporte, como artigos ou blog posts sobre o produto ou serviço oferecido);
  • Facebook (publicações com links para o blog ou site de venda dos produtos, para gerar tráfego e atração de clientes, por meio de ações para propor relacionamento e interatividade);
  • YouTube (apresentar em vídeo como funciona seu produto ou serviço, de uma forma dinâmica e com apoio audiovisual);
  • Dentre outros canais que sejam do interesse do seu público.

Nesse caso é importante que você invista em um site ou blog próprio com informações atualizadas a respeito de seus produtos e serviços. Invista na produção e envio de newsletters, para deixar seu público sempre atualizado. Para tanto, convide-os a se cadastrar no site ou blog, mas lembre-se de não ser inconveniente e gerar SPAM. Além disso, marque presença forte nas redes sociais, que podem servir como trampolim para converter o público em consumidores reais. Mas atenção: para funcionar de forma eficiente, esses canais devem ser atualizados e monitorados constantemente.

Seguindo essas etapas, você poderá adotar estratégias certeiras para dar visibilidade ao seu negócio e escalar vendas. Saiba mais sobre marketing com os cursos oferecidos pelo Sebrae.

loja_virtual_para_pequenas_empresas