O que você perde ao não usar técnicas de vendas?

É bastante comum que uma pessoa que se expressa bem seja logo associada ao perfil de um bom vendedor. Mas somente a eloquência já não é mais suficiente em um mercado cada vez mais competitivo, principalmente por conta das novas possibilidades na internet. Nesse contexto, o uso de técnicas de vendas se torna essencial para a sustentabilidade dos negócios. E, pensando nelas, elaboramos este post com três possíveis prejuízos que você pode ter caso ainda não as tenha incorporadas ao seu negócio. Veja:

Técnicas de vendas: o que você perde ao não usar?

Incapacidade de fazer com que o cliente entenda o que precisa

Há especialistas como Sandro Magaldi, autor do livro “Vendas 3.0” focado em técnicas de vendas, que defendem que os clientes precisam entender o que de fato precisam, já que na maioria das vezes eles desconhecem a natureza de suas necessidades. Nesse processo, o vendedor tem papel importantíssimo, porque é quem vai guiar a compreensão da real necessidade de um produto ou serviço.

Com base no que o prospect disser durante a negociação, é fundamental mostrar o que é preciso para solucionar os problemas atuais e o que é preciso para não criar problemas no futuro. Esse conhecimento empoderador, capaz de fazer com que o cliente evolua para uma tomada de decisão assertiva, é adquirido com técnicas de vendas.

Prejuízos no marketing

Outro especialista em vendas, Ênio Klein acredita que uma solução que integre os setores de marketing e vendas seja urgente, principalmente em tempos de web 3.0. Ele sustenta esse argumento com o que, para ele, é um fato: mesmo sendo o front da organização, as vendas têm novas exigências. “O novo paradigma do mercado não permite mais que a atividade de vendas vá ao mercado sem levar as definições, estratégias e alinhamento necessários para que o cliente entenda a mensagem da companhia”, acredita.

A partir desse raciocínio, fica bastante claro que vender mais também é dispor de estratégias de marketing em andamento. E, portanto, se você deixa as técnicas de vendas de lado, também dispensa a visibilidade e o impulso para o seu negócio.

Sem técnicas de vendas e sem organização

Um bom vendedor é caracterizado por ser aquela pessoa essencialmente organizada. É claro que alguns deles têm essa qualidade de forma autêntica, enquanto outros precisam desenvolvê-la. De qualquer forma, o básico nesse perfil é fazer o controle do próprio negócio por meio de planilhas. Existem também ferramentas específicas de gestão, cuja necessidade se impõe à medida que as vendas aumentam.

Planejar as vendas, segundo o que o coach em vendas Gustavo Coelho explicou ao portal Meu Sucesso, significa entender o cenário da negociação: conhecer o comprador (e as necessidades dele), estar próximo da concorrência e entender de que forma o seu produto ou solução são diferentes dos demais e, então, ter argumento de venda. Todo esse know-how faz com que empreendedores alcancem seus objetivos de maneira organizada, cumpram regras e não deixem a ética de lado, além de terem melhores resultados.

 

CRM_atraia_fidelize_satisfaça