Brasil deve se tornar líder mundial no mercado de beleza masculina até 2021

beleza  masculina

Tendência amplia oportunidades de negócios como o de cuidados com barba e cabelo

Os produtos e serviços de cuidados pessoais masculinos estão cada vez mais em alta e fazendo parte da rotina dos homens. No Brasil, o consumo no mercado de beleza masculina cresceu 70% entre 2012 e 2017, chegando a uma arrecadação de R$ 19,8 bilhões, segundo relatório da agência Euromonitor. Seguindo esse ritmo, a agência aponta que o Brasil chegará a R$ 26 bilhões em 2021, ultrapassando os EUA como líder global no segmento. Observando essa tendência, o SIS/Sebrae organizou um relatório de inteligência que mostra oportunidades de negócio no mercado de saúde, beleza e bem-estar masculino, como empreendimentos especializados em barba e cabelo.

Entre os produtos mais consumidos pelos homens no segmento, estão as fragrâncias, produtos de higiene e de barbear. O ramo de barba e cuidados pessoais cresceu 19%, entre 2013 e 2019, e deve ampliar mais 17% até 2022, aponta a Euromonitor. O relatório SIS/Sebrae mostra que produtos de pré e pós-barba apresentaram crescimento nos últimos anos e têm perspectivas de seguir em expansão. Mesmo com uma queda no consumo, as lâminas de barbear tiveram seguem líderes entre os produtos para barba mais vendidos. Em 2016, representavam 77% do segmento, e em 2019 chegaram a 74,5%.

O estudo identifica que uma das justificativas para a alta do consumo no mercado de beleza masculina é o aumento do poder de compra da geração Millenial   (nascidos de 1980 a 1995), que gasta em média R$ 80 em produtos de beleza.

Ainda segundo a pesquisa da Euromonitor, 85% dos homens se sentem melhor quando cuidam da aparência, cenário que possibilita grandes oportunidades de negócios voltados a esse público. Outras tendências apontadas pelo relatório do SIS/Sebrae são as barbearias tradicionais e de luxo, os espaços compartilhados com outros serviços de beleza masculina, as franquias de produtos para barba ou barbearias e o e-commerce de produtos de cuidado pessoal.

A pesquisa ainda indica estratégias para empreender ou impulsionar negócios. Uma delas é conhecer o público-alvo através de pesquisas de comportamento do cliente, a fim de entender os estilos e preferências do consumidor. Outra estratégia é investir no marketing digital, alimentando mídias sociais para alcançar o maior número de usuários com anúncios e conteúdos. O empreendedor ainda pode divulgar informações sobre o produto e o serviço de forma clara, transparente e convidativa para conquistar o público masculino, que é mais resistente a experimentar novos produtos e serviços.

A pesquisa completa pode ser encontrada em: http://sebrae.sc/b-beleza-masculina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *