Cursos para MEI: como enfrentar os desafios do negócio por meio da capacitação

cursos para mei

A  jornada do empreendedor é repleta de desafios. No início do negócio, quando a empresa é pequena, todas as atividades recaem sobre o dono. Para quem é MEI, isso é ainda mais desafiador, pois a jornada é quase sempre solitária. A solução para aprender um pouco de tudo está em buscar Cursos para MEI.

O MEI é responsável por todas as áreas do seu negócio. Por isso, precisa ter conhecimento sobre cada uma delas e sobre como gerenciá-las. Os cursos para MEI vão ajudar esse profissional com orientação específica para o seu modelo profissional. Neste artigo, mostraremos quais são os desafios e como enfrentá-los com cursos para MEI. Confira!

O perfil do Microempreendedor Individual (MEI)

O modelo de formalização do MEI existe há mais de uma década. Durante esse período, foram quase um milhão de registros anuais. No Sebrae, o MEI é o maior público, por isso, uma linha específica de produtos foi criada: é o “Sebrae para o Empreendedor Individual” (SEI).

A pesquisa realizada pelo DataSebrae mostra que os números da atividade são expressivos:

  • Entre 2013 e 2016, o número de MEI cresceu 94,8% em Santa Catarina;
  • Do total de MEI no Brasil, 52,4% são do sexo masculino e 47,6% do sexo feminino;
  • Mulheres são maioria entre os MEI da indústria (55%), serviços (52%) e comércio (51%);
  • Os homens são quase a totalidade dos MEI da construção civil (93%);
  • 33,1% dos MEI têm entre 30 a 39 anos e 23,7% tem de 40 a 49 anos;
  • 70% dos MEI registrados na Receita Federal declararam estar em atividade.

Com tantos profissionais atuando como MEI, é importante garantir o sucesso de seus negócios para manter a economia no país girando e os profissionais no mercado.

Para isso, é importante ter sabedoria e capacitação. Veja, a seguir, quais são os 7 desafios que esses empreendedores enfrentam e como usar o conhecimento dos cursos para MEI para lidar com eles.

 

7 desafios que podem ser enfrentados com a orientação correta dos cursos para MEI

 

1. Vender e atender o cliente

O MEI é usado pelo profissional que precisa formalizar o seu negócio. Em geral, são autônomos que prestam serviços ou que trabalham em suas próprias casas.

Nessa modalidade, não há uma equipe por trás mantendo o funcionamento. O MEI pode contratar no máximo um profissional registrado em carteira. Em geral, é o empreendedor que vende e atende os clientes. A internet é uma aliada nesse sentido, pois oferece facilidade para a venda.

Veja como vender pela internet neste curso.

 

2. Adquirir os produtos certos

Um dos maiores erros de quem empreende vendendo produtos é escolhê-los de acordo com as suas preferências pessoais. Nem sempre o que agrada ao empreendedor é o que vai interessar para o cliente. Por isso, saber comprar é fundamental. Veja como você pode aprender a escolher seus produtos e negociar com a oficina Sei comprar.

 

3. Precificar

O preço de venda é uma dúvida que muitos MEIs apresentam. Como saber se o preço está justo? Os clientes vão se interessar pelos produtos se o profissional colocar esse ou aquele valor?

Precificar não é uma tarefa fácil mesmo, mas no curso para MEI Como definir preço de venda, apresentamos ferramentas que podem ajudá-lo a formar seus preços de venda e dicas para tornar seu negócio rentável.

 

4. Falta de recursos

A falta de crédito pode impactar na gestão do negócio e até prejudicar o seu crescimento. A solução é buscar alternativas para suprir essa necessidade. O crédito não é uma exclusividade de bancos e financeiras. O associativismo e o cooperativismo ajudam a fortalecer pequenos negócios. Veja como no curso Como unir forças para crescer.

 

5. Misturar as contas

O MEI precisa administrar duas contas: a sua renda própria e do seu negócio. Com isso, é natural gastar mais do que deve, usar o dinheiro da empresa nas contas de casa, etc.

O profissional deve ter em mente que tudo que recebe pela empresa não é seu rendimento. Esses valores fazem parte do orçamento do negócio, por isso uma remuneração por sua atividade deve ser definida. O restante vai para o caixa da empresa, que não deve sofrer retiradas.

Aprender a controlar o caixa da empresa é o primeiro passo para organizar as contas. Veja Como controlar o fluxo de caixa.

 

6. Cumprir com as obrigações de MEI

Muitos MEIs têm dificuldade em cumprir com suas obrigações legais, como pagar a Guia de Arrecadação Mensal (DAS) e preencher o Relatório Mensal de Despesas. São processos exigidos pela Receita Federal que, se não forem cumpridos, podem gerar multas e dívidas para o CNPJ do empreendedor, podendo até levá-lo ao cancelamento.

Isso sem falar na dívida e na impossibilidade de vender e prestar serviços para órgãos públicos ou até expandir o negócio.

Saber administrar esses e outros pontos é fundamental para a saúde de qualquer negócio. Neste curso para MEI oferecemos a orientação adequada.

 

7.  Aumentar as vendas

Começar a vender já é um desafio, mas depois que as primeiras vendas são fechadas, o empreendedor se sente mais confiante. O problema é que depois de um tempo o negócio começa a dar uma estagnada e é preciso escalar. Como aumentar as vendas? É o que muitos MEIs se perguntam nesse momento. Veja como neste curso.

Saber lidar com os desafios e as adversidades de ser um empreendedor é uma característica necessária para quem quer ter o seu próprio negócio. A capacitação ajudará a entender como conduzir a empresa e dará mais segurança para levar o negócio adiante. Sempre que precisar de ajuda, conte com o Sebrae/SC.

super_ebook_MEI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *