[Produtividade nas Empresas – 3] Entenda quais são os custos que influenciam na produtividade da sua empresa

Não sabe quais são seus custos? Ainda não entendeu bem como isso pode aumentar a produtividade da sua empresa? Fique tranquilo, preparamos esse conteúdo rápido para te ajudar nisso

Um empresa pouco produtiva traz pouco resultado, certo? Então para que seu negócio tenha mais e melhores resultados é necessário trabalhar tudo o que afeta essa produção, te ajudaremos neste texto a entender os custos que tanto impactam no indicador de produtividade

Afinal, o que são custos?

Os custos são os gastos relativos a bens ou serviços diretamente ligados à atividade fim da empresa, ou seja, tudo que é necessário para que o produto ou serviço seja preparado. Aqui estão inseridos os gastos com matéria prima, salário de colaboradores, serviços de logística, frota de veículos, manutenção de máquinas e etc.

Atenção! Neste caso não estão inclusos os gastos relativos à escritórios e equipes administrativas, de limpeza ou terceirizadas. Esses são considerados despesas, já que não fazem parte diretamente do processo produtivo.

Custos fixos X variáveis

Os custos que envolvem a produção de bens ou serviços podem ainda ser divididos entre fixos e variáveis, observe:
Fixos são os custos que são recorrentes todos os meses, independente do quanto é produzido pela empresa. São eles água, luz, aluguel, salário de funcionários, internet, custo de fábrica como água e etc. Todos eles permanecem todos os meses com nenhuma ou uma mínima alteração.

Variáveis são os custos que mudam de acordo com a produção, ou seja, aumentam se a produção aumentar e diminuem se a produção diminuir. Neste caso entram os custos da matéria prima, que variam ainda de acordo com o preço de mercado, e tudo o que envolve a produção.

Relação entre custos e produtividade

Assim como no texto anterior, quando falamos de faturamento, usaremos a fórmula:

Produtividade = Faturamento – Custos Variáveis / Pessoas Ocupadas

Assim é mais claro ver a relação dos custos com a produtividade, por isso a chave para aumentá-la é gerenciar de forma eficiente os custos variáveis, para que eles não aumentem de forma desproporcional ao faturamento. 

Já que os custos fixos não variam de acordo com a produção, podemos gerenciar os custos variáveis para que sejam diminuídos e assim aumentamos a diferença entre faturamento e custos, como consequência temos o aumento da produtividade do negócio.

Vamos utilizar o exemplo de um hambúrguer que tem os custos fixos por unidade em torno de R$3,50 para diminuir o total de custos podemos gerenciar o setor de compras, para que os custos variáveis de matéria prima sejam diminuídos através de fornecedores mais baratos e etc.

Agora que você sabe quais são seus custos e como gerenciá-los, o caminho para o aumento da sua produtividade ficou mais fácil. 

Quer aprender mais sobre ferramentas que podem alavancar seu empreendimento? 

O projeto Brasil Mais chega para auxiliar as empresas a alcançar melhores resultados através do Programa ALI, com agentes locais de inovação que vão te ajudar a alavancar  a produtividade da sua empresa. Inscreva-se e descubra se o perfil da sua empresa está apto para este programa.

O Sebrae vai até você para te ajudar, de forma totalmente gratuita!

São até 10 encontros em um período de três meses para você turbinar a sua empresa e conquistar o seu espaço no mercado!

Quer saber mais? Então acesse o site e inscreva-se.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *