Semana Lixo Zero: sua empresa está preparada para esse movimento?

Lixo zero

Apesar de 98% dos brasileiros considerarem a reciclagem importante para o futuro do país, 75% assumem não separar os resíduos, principalmente pela falta de informações sobre coleta seletiva. Paralelamente, existe um movimento crescente conhecido como lixo zero que, atento ao impacto ambiental do descarte inadequado, busca a redução e até mesmo a eliminação da produção de resíduos.

De olho na preferência dos consumidores por negócios mais conscientes e sustentáveis, muitos empreendimentos estão aderindo ao movimento e oferecendo produtos e serviços focados em reduzir ao máximo a geração de lixo. Entre 18 e 27 de outubro 2019, será celebrada a Semana Lixo Zero, a fim de conscientizar a população sobre a importância de reduzir a geração de resíduos. Quer saber mais sobre essa tendência e como desenvolver seus negócios com sustentabilidade? Confira a seguir.

Lixo zero: contribuindo com novas práticas ambientais

De acordo com o Instituto Lixo Zero Brasil, o termo pode ser entendido como “o máximo aproveitamento e correto encaminhamento dos resíduos recicláveis e orgânicos e a redução – ou mesmo o fim – do encaminhamento destes materiais para os aterros sanitários e\ou para incineração”. Assim, o movimento se baseia em 4 R’s da sustentabilidade:

  • Repensar – Rever o tratamento dos resíduos e alternativas para seu uso e destino
  • Reutilizar – Aproveitar e reaproveitar materiais, com uso continuado e consertos quando necessário
  • Reduzir – Diminuir o consumo, especialmente de itens não recicláveis.
  • Reciclar – Direcionar adequadamente o resíduo, a fim de que possa ser usado como matéria-prima de novos produtos

Um ponto central nesse debate é o uso e descarte do plástico. O relatório do World Wide Fund for Nature (WWF) identifica que até 2016, 100 milhões de toneladas de plástico foram despejadas na natureza, levando consequências à vida terrestre e marinha. O Brasil é o 4º maior gerador de resíduo plástico no mundo, por isso o resíduo é considerado um dos principais a ser substituído e reduzido.

Integre o seu micro e pequeno negócio ao movimento lixo zero

Além da busca por práticas mais ecológicas, reduzir a produção de lixo ajuda a corresponder à demanda dos consumidores brasileiros por alternativas menos agressivas para o meio ambiente é cada vez maior. É comum que clientes busquem informações sobre origem dos insumos, processos produtivos, bem como optem por produtos oriundos da reciclagem, orgânicos e até mesmo reutilizarem embalagens.

Para atender esse público, é preciso orientar o negócio para a sustentabilidade, investindo em opções que atraiam esse consumidor. Produtos duráveis e reutilizáveis podem substituir artigos descartáveis, também é possível optar por matérias-primas biodegradáveis, construir composteiras e adotar outras medidas que aproximam seu negócio do propósito de reduzir a produção de resíduos.

Produtos duráveis, por exemplo, estão alinhados ao pilar da reutilização. Produtos de higiene como coletores menstruais, absorventes de pano e fraldas ecológicas substituem as opções descartáveis. O empreendedor que atua na venda de utensílios domésticos também tem opções com alta durabilidade, como canudos de metal, copos dobráveis, guardanapos de pano e filtros de café de algodão. É possível ainda investir em materiais biodegradáveis e retornáveis.

Para o correto destino do lixo orgânico, a criação de composteiras se apresenta como soluções. Com elas, é possível transformas esses resíduos em humus, que consiste em um fertilizante proveniente da matéria orgânica.

Existem muitas outras ações que sua empresa pode realizar para reduzir a produção de resíduos. Ficou interessado no assunto e quer saber estratégias que podem ser implementadas no seu negócio, além de conhecer serviços, canais de venda e empresas que já estão caminhando rumo ao lixo zero? Então, baixe agora o conteúdo de inteligência do Sebrae Lixo Zero e saiba mais. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *