A representatividade das mulheres na tecnologia

Contar com o conhecimento e a habilidade das mulheres em um mercado em constante mudança, como o da tecnologia, é jogar com o time completo. É algo que vai além da igualdade de gênero ou da mudança de mindset de uma empresa, é uma questão de representatividade no crescimento econômico.

Mulheres na Tecnologia

A ONU Mulheres mostra que a maior participação das mulheres na tecnologia também é benéfica para os negócios. Vamos aos números:

Se 600 milhões de mulheres e meninas tiverem acesso às áreas de ciências, tecnologia e inovação, 144 países em desenvolvimento aumentarão o PIB em 8 trilhões de dólares.

Apesar de estudos mostrarem dados como estes, a desigualdade entre homens e mulheres continua no setor de tecnologia:

  • 51% delas relatam sofrer preconceito no ambiente de trabalho.
  • 46,6% consideram ruins ou péssimas as oportunidades de crescimento nas empresas em que trabalham.
  • Apenas 11% acreditam que a diversidade de gênero é prioridade na corporação onde atuam.

Mas o que nem toda empresa sabe, é que a diversidade de gênero tem relação com a performance financeira superior das empresas. De acordo com pesquisa realizada pela McKinsey & Company, feita com 500 companhias da América Latina, Europa e Estados Unidos, as que mais se destacam em diversidade de gênero são 21% mais propensas a alcançar a lucratividade acima da média.

COMO ESTÁ O EMPODERAMENTO FEMININO EM SANTA CATARINA?

O estado ainda apresenta uma considerável desigualdade de gênero no empreendedorismo tecnológico, mesmo tendo Florianópolis, o Vale do Silício brasileiro, como capital, apenas 27,2% dos empreendedores no setor de tecnologia são mulheres.

INICIATIVAS DO ESTADO QUE CONTRIBUEM PARA A MUDANÇA DESSE CENÁRIO

Existem iniciativas que ajudam a promover o empoderamento feminino no mercado de trabalho e na sociedade catarinense. São sites, canais de comunicação, campanhas e organizações sem fins lucrativos que impactam mulheres interessadas em empreender na área de tecnologia. Acesse o relatório do SIS e conheça as iniciativas:

Clique aqui e faça o download gratuito

One thought on “A representatividade das mulheres na tecnologia

  1. Luciano Reply

    Em poucos anos não existira mais essa diferença, é uma questão cultural que está mudando. Mulheres e homens devem andar lado a lado, é nisso que acredito.

Deixe uma resposta para Luciano Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *