Tal mãe, tais filhas e filhos: estilo e oportunidades de negócios

tal_mãe_tal_filha

A relação entre mães, filhas e filhos é tão próxima que muitos demonstram sua sintonia e afinidade usando roupas parecidas e até do mesmo modelo. Isso porque a grande admiração faz com que muitas mães e crianças queiram adotar um visual semelhante. Além de ser uma forma de estreitar os laços familiares, essa tendência abre oportunidades de negócios para quem atua no setor de moda.

Com a proximidade do Dias das Mães, é importante saber como investir nesse segmento para aproveitar todo o potencial que ele apresenta. Vamos lá?

Desafios para idealizar as peças

Um dos desafios em desenvolver roupas, calçados e acessórios similares ou idênticos para mães e filhos é a adaptação de peças adultas à modelagem infantil. Muitas querem modelos exatamente iguais, sendo necessário equilibrar a versatilidade das peças femininas com a doçura e conforto das roupas infantis.

Uma alternativa encontrada por muitas marcas é o desenvolvimento de modelos com a mesma estampa. Assim, é possível criar peças que caiam tanto no gosto das mães quanto dos pequenos, a partir do uso tecidos e materiais que possam ser replicados em peças adultas e infantis.  É importante ter e mente que as estampas devem evitar excessos como cores fortes e carregadas, afinal, serão usadas por crianças.

Cuidados durante a confecção

Assim como a atenção às cores deve estar no radar do empreendedor que vai apostar nesse segmento, outros cuidados se fazem necessários, a começar pelos tecidos. Na hora de propor e confeccionar os modelos, são preferíveis tecidos leves, de modo que seja adequado tanto para adultos quanto para a mobilidade e o conforto das crianças.

Apesar da proposta de que filhas e filhos possam se inspirar no look das mães, é preciso ponderar que os modelos escolhidos sejam mais comportados. Nesse sentido, é importante manter o bom senso. Devem ser evitadas roupas com decotes, tomara que caia, blusas de um ombro só, bem como calçados com salto alto e acessórios grandes e pesados.

Quer saber mais e conhecer marcas que já apostaram nessa tendência?

Faça aqui o download do boletim “Tal mãe, tal filha – Potencial para os negócios de moda”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *